Ouvir

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista

The Lemon Lovers

Galeria Zé dos Bois [Lisboa]

Info de evento
Data: Março 23, 2023
Tempo: 10:00 pm
Localização: Galeria Zé dos Bois
Endereço: R. da Barroca 59, 1200-049 Lisboa Lisboa
Detalhes

Formados há mais de uma década, os The Lemon Lovers chegam à ZDB depois de uma digressão europeia que passou pelo Luxemburgo, Holanda, França, República Checa, Espanha e Itália, entre outros, onde se aventuraram em palco com uma formação de seis músicos. João Pedro Silva e Victor Butuc são, desde sempre, o centro do projecto, e têm sonhado com diferentes lugares para a sua música ao longo de vários álbuns e EPs. Até com o futuro, ou uma forma de futuro.

“pretend that i care”, de 2021, é o último lançamento, gravado em plena pandemia e com um mal estar de quem não quer viver o presente: são os próprios músicos que definem o álbum com um sofrimento por antecipação, escrevendo sobre problemas que estão para vir. São palavras que definem os tempos, sendo eles incertos, inventa-se para o futuro o que é difícil de encarar no presente. Uma forma de sobrevivência, ao contrário do que parece, que vai contra o conformismo. Isso talvez explique a vontade permanente dos The Lemon Lovers de mudarem e de estarem em constância à procura de mais, melhor.

Onde vive um álbum que antecipa os males? Curiosamente, no passado, habitado por fantasmas, abraçando sons que evocam memórias, com arranjos que por vezes fazem lembrar os The Last Shadow Puppets ou os Frightened Rabbit. Som que ambicionaram e procuraram, ao masterizar os temas no Magic Garden Studios, em Los Angeles, estúdio de Brian Lucey que trabalhou com os Arctic Monkeys, The Black Keys e os The Last Shadow Puppets. A voz parece vir de outro local, ruminando entre a memória e essa tal presença de sofrimento futuro, e ocupa canções com um vazio desesperado por ser preenchido. Mas esse passado, ou memória, que existe na música destes The Lemon Lovers é do tipo que inspira músicos, compositores, rock a explorarem sensações, tempos, imaginários que não habitaram. O futuro, ou o sofrimento antecipado, não é ficção científica, mas um lugar que os próprios imaginam ondem podem existir e que fazem acontecer em palco.

Visited 1 times, 1 visit(s) today

Localização

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista