Ouvir

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista

“Ela nasceu sem respirar, teve de ser reanimada durante sete minutos.”

Escrito por em Fevereiro 22, 2024

 

Matilde Breyner recordou o dia do nascimento da sua filha, Mia.

 

Matilde Breyner foi esta quarta-feira, dia 21 de fevereiro, entrevistada por Manuel Luís Goucha.

A atriz, que foi mãe da bebé Mia no passado dia 8 de dezembro, lembrou o dia do nascimento da filha.

Chego à sala de partos, começo a fazer força uma vez, duas vezes, 50 vezes, e senti que houve ali qualquer coisa que não estava a correr bem“, começa por explicar.

Matilde mencionou que a equipa médica teve de recorrer às ventosas para auxiliar no parto. “Quando a levaram fiquei em alerta. Ficou um silêncio na sala e comecei a hiperventilar“.

Ela nasceu sem respirar, teve de ser reanimada durante sete minutos. Sete minutos sem ouvires um bebé a chorar é uma eternidade, é uma hora. O meu médico acha que eu tive um descolamento da placenta mesmo antes de ela sair. Ela ficou mal posicionada, nasceu completamente abananada, foi reanimada. Às tantas eu ouço-a a respirar. Sosseguei e a médica pô-la em cima de mim e disse ‘fale com ela’ e eu comecei e nesse segundo ela enche os pulmões de ar e desata a chorar”, completou. 

Recorda que Mia é fruto do casamento de Matilde Breyner com Tiago Felizardo.

 

Visited 81 times, 2 visit(s) today

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista