Ouvir

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista

“A Minha Aldeia”: Orjariça, a aldeia que guarda segredos e tradições

Escrito por em Novembro 15, 2023

Orjariça, uma pequena aldeia localizada nas colinas de Torres Vedras, tem fascinado os seus habitantes e visitantes há gerações.

 

 

O nome, curiosamente, permanece em mistério. “Sempre se chamou assim”, dizem os mais habitantes.

Uma das lendas locais sugere que o nome Catefica, também associado à aldeia, nasceu quando uma princesa deixou cair o lenço e proclamou: “Olha cá fica, cá fica Orjariça.” Outra versão sugere que é o próprio ato de visitar a aldeia que prende as pessoas, como se o lugar afirma-se “cá fica” aos seus visitantes.

A entrada de Orjariça é marcada por uma capela, cuja construção é envolta em mistério. Num território predominantemente ocupado pelo povo, é curioso como a capela foi erguida sem influência direta do clero. Alguns afirmam que foram os filhos bastardos que possibilitaram a construção deste lugar de devoção.

Orjariça é conhecida pela sua tranquilidade, especialmente até às seis da tarde, quando o trânsito se torna mais agitado. “Não se passa nada aqui”, dizem alguns. Contudo, é aos sábados que as ruas se animam um pouco mais, à medida que os habitantes se dirigem ao café local.

Dentro desta pacífica localidade, várias associações desempenham um papel importante para a comunidade. Desde a “Reduto de Catefica” à “Ação Amigos da Lama”, Orjariça mantém um vínculo forte com as suas raízes. O restaurante Adcr Orjariça e Catefica, assim como o Café da sede Maria L F Cândido Luís, são pontos de encontro importantes para os moradores.

 

Pessoas da aldeia que relembram o passado

Entre as figuras notáveis de Orjariça estão nomes como Maria Ribeiro, Maria da Anunciação Luís Miranda, Mário Alves Narciso, Maria Augusta Ribeiro Lourenço Carapau, Maria Manela Mianda Carapau, Rosa, Mónica e Luciano Ribeiro. A  São, que ainda hoje ensina as crianças a brincar como “antigamente”, destaca-se como a pessoa que mantém as tradições na aldeia.

Destacam-se algumas alcunhas, como o Índio, o Carmona, o Janita, e a Cachucha, a irmã com um grande bigode, são parte integrante da cultura de Orjariça. Também o Trocatos, o Márinho, os Narcisos, Os Carapaus, Sardinha, os Ribeiro, os Lourenços, os Codecas, os Farrobos, ecoam a nostalgia de uma era em que todos tinham um nome especial. “Agora, todos são conhecidos pelo último nome.”

Apesar da calmaria, há uma saudade que paira sobre Orjariça. As recordações do tempo de infância, das brincadeiras na escola, das boas tradições e de um supermercado onde as pessoas se encontravam, são tesouros que muitos habitantes lamentam ter perdido.

Muitos dos residentes, após viverem em Torres Vedras, sentiram necessidade de volta à Orjariça, procurando qualidade de vida e a tranquilidade.

Assim, Orjariça permanece como uma aldeia valiosa para o concelho, guardando nela segredos e tradições à medida que o tempo avança.

 

 

Visited 100 times, 12 visit(s) today

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista