ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista

Ativistas pintam com tinta vermelha obra de Picasso no CCB

Escrito por em Outubro 13, 2023

 

Ativistas do grupo climático desfiguraram obra de Picasso no Museu do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, ao cobrirem-na com tinta vermelha.

 

Tinta vermelha num quadro de Picasso no CCB Fonte: DR, Lusa

 

“Pouco depois do meio-dia, dois apoiantes do Climáximo cobriram de tinta vermelha a obra ‘Femme dans un fauteuil (métamorphose)’ de Picasso, em exibição no Museu CCB, em Belém, como parte da Coleção Berardo. De seguida, os ativistas colaram-se perto da obra“, pode ler-se.

“Temos de parar de consentir com a normalidade do genocídio”, justifica o grupo de ativistas climáticos, no seu comunicado, referindo a “crise climática” como “uma guerra declarada às pessoas, conscientemente, por governos e grandes empresas emissoras”.

A peça de arte intitulada “Femme dans un fauteuil (métamorphose),” produzida por Picasso no ano de 1929, encontra-se em exposição através de uma camada de vidro para proteção, e não foi impactada diretamente pela tinta vermelha, conforme destacado na declaração emitida pelo coletivo Climáximo.

Assim, “As instituições culpadas pelo colapso climático declararam guerra às pessoas e planeta. Temos de parar aceitar esta normalidade”, reforça Sara, uma das ativistas presente.

“Precisamos de toda a gente, em todo o lado, a toda a hora, a tornar impossível esta falsa sensação de paz. Vivemos uma normalidade em que os governos e empresas emissoras já nos estão a matar às centenas de milhar todos os anos com a crise climática, de acordo com a ONU. Toda a gente tem de parar de consentir. Temos de, conjuntamente enquanto sociedade, parar esta guerra”, conclui Leonor Canadas, porta-voz do grupo contra as alterações climáticas.

 

 

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista