Ouvir

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista

“Temos de resolver o problema do trânsito em Torres Vedras com a criação de parques à entrada da cidade”

Escrito por em Setembro 28, 2023

 

Problemas de trânsito em Torres Vedras e obra do Choupal foram temas em conferência. “Existiram ali erros”.

Esta quinta-feira, 28 de setembro, decorreu a apresentação do Relatório Voluntário Local de Torres Vedras, no Centro de Educação Ambiental de Torres Vedras. O concelho encontra-se comprometido com a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, em resposta aos grandes desafios colocados pela Agenda 2030 da ONU.

Esta conferência contou com a presença da presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues, vereadores e público.

Os carros dentro da cidade foi assunto no final do evento. Sérgio Claudino, funcionário da Frismag, que estava a assistir à conferência, trouxe o tema para “cima da mesa” e deixou as suas opiniões. “Nós temos de resolver o problema do trânsito em Torres Vedras com a criação de grandes parques à entrada da cidade”, afirmou.

“E depois tem de existir transportes rápidos para a cidade. Quem optasse por levar o carro para dentro da cidade, era necessário agravar o preço de parquímetro”, acrescentou. Para Sérgio Claudino, o parque de estacionamento em Torres Vedras é barato comparativamente a outras regiões do país. “Sendo barato isto faz com que seja um convite a trazer o carro para dentro da cidade”, disse ainda.

Perante estas declarações, Laura Rodrigues recordou uma entrevista feita a Alberto Avelino (presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras de 1976 a 1983) há cerca de 40 anos. Na altura, Alberto Avelino já dizia que o problema da cidade era o trânsito. “Nós estamos mais ou menos na mesma, mas noutro nível”, sublinhou Laura.

Sem deixar nada por dizer, Sérgio Claudino abordou o assunto da obra do Choupal. “Não adianta chorar sobre o leite derramado, mas temos o Choupal. Existiram ali erros. É impossível às 18h:00 passar no Choupal. Há uma fila desde o Aldi até à rotunda do faustino. As pessoas estão ali entre 15 a 20 minutos em ‘pára-arranca’ a queimar combustíveis fósseis”, referiu.

“Vamos resolver”, foram as palavras deixadas pela presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras.

Recorde-se, agenda 2030 é um projeto mundial em que todos os Estados assumem responsabilidades sobres três dimensões do desenvolvimento sustentável: económica, social e ambiental.

Visited 89 times, 7 visit(s) today

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista