Ouvir

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista

CEO da TAP acusa Inspeção-Geral de Finanças de discriminação

Escrito por em Março 7, 2023

Christine Ourmières-Widener promete “consequências legais”.

Esta segunda-feira, dia 6 de março, a CEO demitida da TAP, Christine Ourmières-Widener, revelou estar perplexa por ter sido “a única pessoa diretamente envolvida na auditoria que não foi ouvida pessoalmente perante a IGF” e que vai tirar “em devido tempo, todas as consequências legais“.

Numa nota incluída no relatório publicado pela Inspeção-Geral de Finanças (IGF) que determinou o despedimento da CEO, a administradora manifesta a sua “perplexidade” por ter sido, segundo a própria, “a única pessoa diretamente envolvida na auditoria que não foi ouvida pessoalmente perante a IGF“.

Fica devidamente registado este comportamento discriminatório por parte da IGF, relativamente ao qual não deixará de se retirar, em devido tempo, todas as consequências legais“, acrescentou.

Recorda-te também que esta segunda-feira, dia 6, a IGF decretou a nulidade do acordo de pagamento da compensação de 500 mil euros, fazendo com que Alexandra Reis tenha de devolver 450.110 euros da indemnização.

Luís Rodrigues, atual CEO da transportadora açoriana SATA, irá assumir os cargos de presidente do Conselho de Administração e da Comissão Executiva da TAP.

Visited 5 times, 1 visit(s) today

ON FM

Liga-te

Faixa Atual

Título

Artista